Bem vindos

Missão

Tentar destacar os melhores (ou os piores), nas diferentes temáticas, criando um espaço de livre debate.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Empresa da CP compra carros por 237 120 € !!!!!!!!!!!!!!

Segundo noticias vindas a publico, na comunicação social, e numa altura de enormes cortes nos subsídios de férias e de Natal dos funcionários públicos e pensionistas,  de aumento desenfreado de impostos, de redução brusca  e das drástica das deduções fiscais, em suma, numa ALTURA DE AUSTERIDADE EXTREMA, a EMEF – Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário, cujo único acionista é a CP, GASTA 237 120 € na aquisição de 13 viaturas para diretores.
É uma verdade que cada viatura terá custado “apenas18240 €, no entanto, sendo a EMEF, uma empresa que, no exercício de 2010, apresentou um resultado líquido negativo de 2,2 milhões de euros, apresentando, à mesma altura, um passivo de 71,7 milhões de euros, e tendo como único acionista a CP que, à mesma altura (finais de 2010), apresentava um passivo de cerca de 5,55 mil milhões de euros, Será que É UMA BOA POLITICA DE GESTÃO, adquirir 13 novas viaturas???? Sejam elas em aquisição ou aluguer, a preços elevados ou menos elevados!!!!!
Será que os Srs. Diretores não poderiam fazer um esforço e, em solidariedade com o esforço pedido a todo o povo Português, abdicarem das ditas viaturas??? Será que tanto a EMEF como a CP têm, OBRIGATORIAMENTE, que ceder viaturas aos seus diretores????
Será que os Srs. diretores, à semelhança de milhões de Portugueses, não podem deslocar-se com recurso às suas próprias viaturas???
Será que a ordem de aquisição veio do ministério das finanças ou do ministério da economia???
Qual a Moral para se continuarem a pedir sacrifícios (que, em muitos casos, colocam em causa a qualidade de vida ou mesmo a dignidade social) a milhões de Portugueses, quando as ditas “elites”, aproveitando-se de forma VERGONHOSA e, muitas vezes, CRIMINOSA, dos lugares que ocupam, continuam a Delapidar o erário publico???????
Caso a medida tenha sido tomada com consentimento do governo (coisa que não queremos mesmo acreditar!!!) então será a Prova concreta de que, realmente, este governo não está para servir Portugal e os Portugueses!!!!!! E nesse caso, a atitude a tomar pelo Sr. Presidente da Republica, deverá ser a Dissolução Imediata da Assembleia da Republica!!!!!!
No entanto, e Acreditando que, a medida, foi tomada à revelia do governo, Exige-se a DEMISSÃO IMEDIATA DE TODOS OS RESPONSAVEIS POR ESTE ACTO TRESLOUCADO e VERGONHOSO!!!! Tanto o presidente da CP como o responsável máximo da EMEF, bem como todos os diretores, a quem as viaturas se destinam, deverão ser, IMEDIATAMENTE, Demitidos dos seus cargos e responsabilizados por todos os prejuízos causados às empresas em causa logo, a Portugal!!!!
Este governo, eleito em sufrágio democrático, por centenas de milhares ou milhões de Portugueses, como ultima esperança de salvação de Portugal, tem a obrigação, assumida aquando da tomada de posse, de ser extremamente justo mas medidas que toma e de ser manter extremamente atento, de modo a evitar que, situações desta natureza, possam acorrer. Estas atitudes, preconizadas por pessoas sem estrutura cívica, moral, social ou solidária, apenas denigrem a Imagem (já por si muito debilitada) do Governo!!!!!
Sr. Pedro Passos Coelho, mais uma vez se lhe Exige que Cumpra com a sua Obrigação, com o Máximo de Patriotismo!!! Quiçá nunca Portugal tenha necessitado tanto de um Verdadeiro acto patriótico como nos tempo que correm!!!! Está tudo nas suas mãos!!!! Não queira ser recordado como mais uma personagem Negra da historia de Portugal!!!!!!
Temos a certeza que, Portugal e o seu Povo, dificilmente resistirão a mais uma acto Tresloucado e Antipatriótico (como os que têm ocorrido ao longo dos últimos 20 anos).  Portanto, NÃO TEM O DIREITO de FALHAR para com as pessoas que em si acreditaram e querem continuar a acreditar!!!! Aja em conformidade com aquilo que prometeu aquando da sua tomada de Posse!!!!! Seja 1º Ministro de Portugal e não, apenas, de alguns Portugueses!!!!
José António Vilaverde
Enviar um comentário