Bem vindos

Missão

Tentar destacar os melhores (ou os piores), nas diferentes temáticas, criando um espaço de livre debate.

terça-feira, 13 de março de 2012

Associação Sindical de Juízes Portugueses Denuncia ao Ministério Público Indícios de Crimes Cometidos por Elementos do Governo de José Sócrates

Segundo notícia publicada em jornaldenegocios.pt, a Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP) enviou ao Ministério Público documentação que aponta para a realização de despesas ilegais por ministros do Executivo de José Sócrates, escreve o "Diário de Notícias".
Transcrevemos excerto da notícia publicada em "jornaldenegocios.pt":
"Os documentos e informações que nos chegaram levantam-nos sérias reservas sobre a legalidade dos procedimentos adoptados no que respeita ao uso de cartões de crédito, despesas de representação e uso de telefone pessoal". As declarações ao "Diário de Notícias" são de António Martins, o presidente da Associação dos Juízes, e dizem respeito aos gastos de 15 ministros de Sócrates, incluindo primeiro-ministro, os ministros de Estado e quase todos os restantes ministros sectoriais.

À fúria da Associação dos Juízes só escaparam
Alberto Martins (então ministro da Justiça) e António Serrano (Agricultura e Pescas) que, segundo os juízes, lhes prestaram toda a informação e colaboração, sendo por isso poupados. O caso remonta a Outubro de 2011 quando, perante a decisão de cortar salários na Função Pública, incluindo aos juízes, estes quiseram saber se, afinal, também os ministros estavam a cumprir a Lei das despesas dos seus gabinetes.
Feito o pedido de informação, os juízes não receberam resposta, tendo por isso ido para tribunal. Após vários acórdãos acabaram por conseguir informação da maioria dos ministérios (a excepção foi o ministério da Defesa de Augusto Santos Silva), ainda que incompleta da maioria dos ministérios. Perante os dados, concluem que há indícios de crimes de peculato e abuso de confiança na utilização de cartões de crédito e despesas de representação. Pelo que enviaram a documentação para o Ministério Público. (...)"

Fonte: jornaldenegocios.pt

Notícia THE BESTS relacionada: "Saco Azul" pagou a elementos do anterior Governo PS de José Sócrates
Enviar um comentário