Bem vindos

Missão

Tentar destacar os melhores (ou os piores), nas diferentes temáticas, criando um espaço de livre debate.

domingo, 23 de outubro de 2011

Governantes não Abdicam de Subsídio de Alojamento, Apesar de Terem Casa Própria em Lisboa

Grande exemplo de Contenção em prol da Austeridade!
Então estes Subsídios não são para Cortar em Prol da Austeridade?
O esforço de austeridade não tem que ser repartido por todos?
Vergonhoso!

Transcrevemos notícia publicada em dn.pt:
"Dois membros do Governo que têm casa própria em Lisboa recusam a ideia de não receber o apoio que lhes foi dado por a residência permanente estar a mais de 100 km da capital. Gabinete de Gaspar não comenta cenário de recuar na atribuição deste subsídio.

Há nove governantes que recebem um subsídio de alojamento, que teve efeitos a partir da posse. O despacho do primeiro-ministro data de 20 de Setembro e atribui o apoio aos membros do Governo que não tenham residência permanente na cidade de Lisboa ou numa área circundante de 100 km. Mas um ministro e um secretário de Estado têm casa própria em Lisboa e, no caso de Miguel Macedo, titular da Administração Interna, a sua declaração de rendimentos indica duas moradas - a de Lisboa e uma em Braga - onde, garante o seu gabinete, reside. Já José Cesário argumenta que tem "direito de ter tratamento igual ao de qualquer funcionário da administração pública". O Ministério das Finanças não comenta a possibilidade de cortar este subsídio, que pode ir até 1400 euros brutos."
Publicação THE BESTS relacionada: http://thebests2010.blogspot.com/2011/10/sacrificio-pedido-as-autarquias-e-o.html
Governantes não abdicam de subsídio de alojamento
Fonte: dn.pt
Enviar um comentário