Bem vindos

Missão

Tentar destacar os melhores (ou os piores), nas diferentes temáticas, criando um espaço de livre debate.

terça-feira, 5 de julho de 2011

SANTANA CASTILHO - A Educação no programa de Governo

Prof. Santana Castilho, na Sic Notícias, a 03-07-2011, fez uma análise racional e uma avaliação fundamentada ao programa do Governo, para a Educação, do actual executivo.
Acusou o actual 1º Ministro de "desonestidade política" e o Ministro da Educação de ignorância e desconhecimento no que concerne ao Sistema da Educação e ao funcionamento das escolas. 
 Teremos que reconhecer que, Santana Castilho, de uma forma coerente e fundamentada e demonstrando uma capacidade expansiva e argumentativa únicas, põe em causa todo o programa do Governo para a Educação, colocando, ao mesmo tempo, em causa, o perfil de coerência e honestidade política do 1º ministro, salientando ainda a ignorância do Sistema e da Educação do Ministro da Educação e Ciência.
Esperemos que, com intervenções destas, nos meios de comunicação social, os responsáveis políticos se consigam corrigir de forma a puderem prestar o melhor serviço a Portugal e aos Portugueses.
Será bom, o Dr. Pedro Passos Coelho, 1º Ministro de Portugal, e todo o seu staff, não esquecerem que, Portugal, viveu 6 anos de Autentica Mentira e que, possivelmente, não estará disposto a viver mais 4 anos na mesma senda.
Esperemos pois que tenham muita Atenção a todas as Intervenções cívicas e consigam tomar como válidas e como construtivas, todas aquelas que, à semelhança da intervenção do Prof.  Santana Castilho, tenham como objectivo, alertarem os responsáveis políticos para as lacunas dos seus programas e para as consequências dos seus actos.
José Sócrates, a governar Portugal, só houve um e esperemos Sinceramente que nunca mais haja nenhum, para Bem de Portugal e de todos os Portugueses.
Por isso dizemos – Tome Juizinho Dr. Passos. Seja um bom menino e faça aquilo  que prometeu e para o qual os Portugueses o Mandataram - GOVERNAR COM CLAREZA, COMPETÊNCIA E HONESTIDADE.
  José António Vilaverde
Enviar um comentário