Bem vindos

Missão

Tentar destacar os melhores (ou os piores), nas diferentes temáticas, criando um espaço de livre debate.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Agências de Rating – Reações!!

Muito nos apraz verificar que a análise feita, pelo THE BESTS, no passado dia 5 do corrente mês, imediatamente após o conhecimento da descida do rating da República Portuguesa, ao comportamento das agências de rating, corresponde, na integra, ao pensamento dos diferentes quadrantes da sociedade Portuguesa e Europeia.
De facto, as notícias vinda a público, nestes últimos 2 dias, como resposta ao comportamento Tendencioso e, pode mesmo dizer-se, Vergonhoso das Agências de Rating, deixam antever uma conspiração contra o EURO, em prol do Dólar e de interesses mesquinho e prepotentes de meia dúzia de crápulas que se julgam os donos do Mundo.

  • Grupo de Economistas Portugueses apresentam Queixa Crime contra Agências de Rating - Moody’s; Fitch e Standard & Poor's são as agências visadas pela acção, que terá dado entrada na Procuradoria-Geral da República. O Documento é subscrito por quatro economistas portugueses: José Reis e José Manuel Pureza, da universidade de Coimbra, e Manuel Brandão e Maria Manuela Silva, do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG).
Já é tempo de, a Europa, voltar a desempenhar o papel de velho continente, ou seja, de Continente pilar do mundo.
A atitude das Agências de Rating deve ser, IMEDIATAMENTE, combatida com o corte INCONDICIONAL de todos os contractos que, pelo menos, todo e qualquer País Europeu possa ter com elas. Porquê pagar um serviço que é MAL Prestado?
Como Confiar em agências de rating que trocam a IMPARCIALIDADE, que têm obrigação de ter, por interesses particulares de um qualquer País ou individualidade(s)?
Qual o interesse que um qualquer País Europeu, ou de outro qualquer continente, continuar a pagar fortunas a agências de Rating que não justificam, de forma alguma, o dinheiro que lhes pagam? Só se forem MASOQUISTAS e aí, a Responsabilidade desse masoquismo, será sempre dos governante e nunca das populações.
À semelhança do que a China fez, também a Europa tem obrigação de criar, pelo menos, uma Agência de Rating, de origem Europeia, que consiga fazer análises às economias dos países e das empresas de uma forma justa e imparcial.
É tempo de demonstrar aos EUA que, para ter Aliados, deve respeitá-los como Países Soberanos que são e que não pode resolver os seus próprios problemas à custa da desgraça dos outros. Quem se vira contra os aliados, ganhará novos Inimigos. E Inimigos é o que não falta aos EUA. Porque será??
Talvez, depois de uma investigação profunda às atitudes das agencias de rating e as razões que as levam a tomar determinadas decisões, se entendam muitas das situações bizarras que têm acontecido de alguns anos a esta parte, começando desde logo, pela prisão do ex director do FMI!!!
Esperemos que haja coragem Europeia para responder a este ataque cobarde e absurdo à sua soberania e à soberania dos Países que a constituem.
José António Vilaverde
PageRank
Enviar um comentário