Bem vindos

Missão

Tentar destacar os melhores (ou os piores), nas diferentes temáticas, criando um espaço de livre debate.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Televisão Digital Terrestre (TDT) que substitui o sistema de Televisão Analógico, chega hoje a Sintra vs Uilizadores pagam Custo de Instalação ou Ficam às Escuras

Televisão Digital Terrestre (TDT) que substitui o sistema de Televisão Analógico, chega hoje a Sintra. Os utilizadores que só têm os 4 tradicionais canais de TV ( RTP1, RTP2, SIC e TVI) vão ter que adquirir un equipamento que deverá custar pelo menos cerca de € 50.
Alguma família portuguesa solicitou a TDT? Não se estará aqui a inverter o ónus?
Cabe assim ao utilizador de Televisão ajustar-se à nova tecnologia e suportar os custos de instalação do equipamento para descodificação, recepção e leitura do sinal de TV proveniente do novo sistema.
Estará isto correcto? Exerce-se uma coação sobre os utilizadores de televisão em Portugal do tipo: Ou pagas a instalação do novo equipamento, ou ficas às escuras.

Segundo notícia publicada hoje em "rr.sapo.pt", Televisão Digital Terrestre chega hoje a Sintra, mas há quem nada tenha feito.
Transcrevemos excerto da notícia publicada em "rr.sapo.pt":
"Oito freguesias do concelho de Sintra deixam de receber esta manhã o sinal analógico para ver televisão. O apagão vai afectar cerca de 200 mil pessoas. Apesar das campanhas de informação desenvolvidas junto da população, a Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) encontrou quem ainda nada tenha feito para se adaptar às alterações, pelo que receia que fiquem sem ver televisão cerca de mil famílias.
Cerca de 7% da população, há uma semana, ainda não estava preparada e havia cerca de mil famílias que disseram ainda não ter feito nada e isso a nós preocupa-nos, porque assim vão deixar de ter televisão. Vale a pena alertar toda a população da zona envolvente que, de facto, quem recebe os quatro canais de televisão através de uma antena no telhado ficará sem televisão caso não se prepare”, avisa Eduardo Cardadeiro, administrador da Anacom (...)"
Comentário THE BESTS:
Ou será impressão nossa, ou será que não estamos aqui perante uma grave e intencional inversão do ónus?
Vejamos: Durante décadas, contámos em Portugal com o sistema de televisão analógico, tendo os portugueses feito investimentos na compra dos respectivos equipamentos, pagamento das respectivas taxas, licenças, etc. Entretanto, decorrendo de uma sempre bem vida evolução tecnológica, o tradicional sistema analógico de televisão está sendo substituido pelo sistema de Televisão Digital Terrestre (TDT). Até aqui tudo muito bem e obviamente que saudamos e recemos de braços abertos a evolução tecnológica que agora chega até nossas casas. No entanto, custa-nos a aceitar que tenha que ser o contribuinte e utilizador a ter que suportar os custos inerentes à utilzação do novo equipamento, já que apesar de ser uma nova tecnologia sempre bem vinda, ela não foi solicitada pelos cidadãos deste País. O custo minimo que cada cidadão terá que suportar para aquisição do novo equipamento que permitirá receber o sistema de Televisão Digital terrestre, deverá rondar no mínimo os 50 euros. (corrijam-nos se estivermos enganados). Imagine-se quanto não factura a empresa que comercializa o novo equipamento, a um preço de cerca de 50 euros por cada residência em que existe uma televisão que o requeira, seja casa privada, restaurante, café, etc.
Quem muda o sistema é que deveria de ter o ónus e a obrigação de fornecer todas as condições e todo o equipamento gratuito, para que Portugal pudesse receber e usufruir da nova tecnlogia. É a nova tecnologia que deve estar ao serviço da população portugueas e não deveria ser a população portuguesa a ter que suportar mais este encargo, uma vez  que já vive problemas de sobra com a gestão apertada do orçamento familiar.

Fonte: rr.sapo.pt
Catarina Teixeira
Enviar um comentário