Bem vindos

Missão

Tentar destacar os melhores (ou os piores), nas diferentes temáticas, criando um espaço de livre debate.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Sócrates vs Ajuda Externa

Sócrates em entrevista dada na noite de hoje ao Canal de Televisão da RTP1, deixou bem patente a sua posição face a um pedido de Ajuda Externa a Portugal.
Sócrates não quer a ajuda externa em Portugal, por uma questão de orgulho pessoal! Ele quer ficar bem na fotografia da história! Não quer ficar com o nome associado a um Governo que teve que recorrer à ajuda externa! Uma questão de orgulho pessoal, em detrimento do Interesse Nacional!
O País está a asfixiar! Portugal não vai aguentar por muito tempo, uma taxa de juro na venda de Dívida Pública a rondar os 10%. Muito em breve, esta mesma taxa de juro deverá aproximar-se dos 11%. Até Final de Junho o País tem que liquidar 10 mil milhões de euros de dívida contraída. Se continuarem as indecisões e continuar o orgulho cego e castrador de uma decisão que, não sendo a óptima, será a menos má para Portugal, tudo irá ficar ainda pior. Impôe-se uma decisão urgente, inteligente e sensata!  
Sócrates negociou o PEC 4 na Europa, à revelia dos Partidos da Oposição e do Presidente da República. Não tendo a maioria no Parlamento, tinha a obrigação moral e política de falar previamente com a Oposição. Não o fez e a Oposição não lhe perdoou e chumbou o PEC 4. Agora, Sócrates faz o choradinho e culpa a Oposição pela não aprovação do PEC 4 e pela actual situação em que Portugal se encontra.
Para o orgulho de Sócrates, é melhor que Portugal caia na Bancarrota, do que ceder e pedir uma urgente, inteligente e sensata Ajuda Externa. Haja lucidez e realismo para agir neste momento díficil!
José Luís Magalhães
Enviar um comentário