Bem vindos

Missão

Tentar destacar os melhores (ou os piores), nas diferentes temáticas, criando um espaço de livre debate.

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Comunicação do Presidente da República Cavaco Silva ao País em 21 de Julho de 2013

Implosão da Economia Nacional em Marcha - Atualização em 22 de Julho de 2013
 
Como as posições se alteram em poucos dias...
Se no dia 10 de Julho de 2013 o Presidente da República retirava poder ao Governo de coligação PSD/CDS, ao anunciar eleições antecipadas a partir de Junho de 2014 e também ao exigir um compromisso de salvação nacional entre os dois Partidos da coligação (PSD/CDS) com o principal Partido da oposição (PS), no dia de ontem, visto que o compromisso de salvação nacional não se concretizou, o Presidente da República anunciou o reforço de poder ao Governo de coligação PSD/CDS e o seu apoio até ao final do mandato!
 
Apesar da profunda incompetência do atual executivo, os mercados parecem preferir assim! Pois então que se mantenham em funções e que continuem por mais uns tempos com a politica desastrosa que tanto dano causa ao País, até que implodam de vez e se retratem publicamente!
 
É de sublinhar que a posição do PS era expectável, visto que sendo o principal Partido da oposição, não quis ser o "aguadeiro" de um Governo incompetente que seca praticamente tudo à volta (salários, poder de compra, consumo interno, emprego, PIB, etc).
Se o Governo de José Sócrates foi profundamente incompetente em seis anos de uma desastrosa governação, o Governo de Pedro Passos Coelho/Paulo Portas em dois anos de governação deu igualmente provas de profunda incompetência, o que se pode quantificar através do aumento da taxa de desemprego que em Maio de 2013 se situava nos 17,6%, um aumento do défice orçamental que no 1º trimestre de 2013 atingiu os 10,6% do PIB, um aumento da Dívida Pública Portuguesa que até Março de 2013 subiu para 127,2% do PIB , sendo de referir que no 4º trimestre de 2011 se situava nos 107,8% do PIB). Por outro lado, é também de referir que desde há 2 anos o poder de compra dos Portugueses, a procura interna e o PIB têm caído drasticamente!
 
Cabe a cada um refletir e retirar as devidas conclusões!
 

Enviar um comentário