Bem vindos

Missão

Tentar destacar os melhores (ou os piores), nas diferentes temáticas, criando um espaço de livre debate.

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Portugal e a Democracia!!!!

Nos dia que correm, com todos os escândalos verificados nos últimos anos, é cada vez mais necessário uma reflexão PROFUNDA e TRANSPARENTE sobre a REAL SITUAÇÃO, catastrófica, em que Portugal se encontra, as CAUSAS e, acima de tudo, os RESPONSAVEIS por esta verdadeira TRAGÉDIA que irá influenciar a vida dos Portugueses de hoje e de várias Gerações vindouras!!!!
Como chegamos até aqui?????
Sendo Portugal um País com mais de 800 anos de história, com um passado grandioso e glorioso, teria sido normal e, profundamente, desejável, que tivéssemos chegado aos dias de hoje, com uma estrutura solida, uma sociedade culta e Patriota  e acima de tudo, com Mentalidade e Competências (adquiridas através das aprendizagens apreendidas com os erros do passado) que nos permitissem viver numa Sociedade onde a Honestidade, a Transparência, a Competência, a Honra do Dever Cumprido, a Solidariedade e , acima de tudo, o Patriotismo fossem princípios e valores sempre presentes no dia a dia de qualquer Português!!!
No entanto, o que seria normal e desejável, não aconteceu!!!!! Portugal, como uma Republica com 102 anos de vida, dos quais 48 anos foram de ditadura, transformou-se num Pais Corrupto, Incompetente, Desigual, Antipatriota, tremendamente Injusto, cada vez mais Antissocial e onde a Impunidade, ao mais alto nível, impera!!!!
Como foi isso possível??? Como é possível que, um País que já se intitulou dono de metade do Mundo (Tratado de Tordesilhas), tenha chegado ao ponto que chegou???
Como é possível que, um Pais que durante mais de 7 séculos foi um dos maiores Impérios existentes, se tenha deixado cair de uma forma tão vil e Vergonhosa!!!!
Como é possível aceitar que, um País e um Povo que venceram batalhas Épicas, que conquistaram Mares e Terras nos 4 cantos do Mundo, se tenham deixado dominar por uma geração onde muitos dos políticos são Rasca, Mentirosos, Incompetentes, alguns, Malfeitores e, acima de tudo,  completamente Antipatriotas????
Onde estão os Portugueses, descendentes desses outros valorosos, que, pela pátria, se aventuraram além mar, rumo ao desconhecido, com o único objetivo de engrandecer o nome de Portugal e o prestigio dos Portugueses??? Será que não sobreviveram???
Será que apenas os descendentes dos canalhas de outros tempos conseguiram sobreviver???? Sim, porque cada vez mais parece evidente que, grande parte da classe politica, que impera há, pelos menos, 25 anos, terá, nas suas veias, sangue de tantos outros canalhas responsáveis por tantas outras malfeitorias no passado!!!!
Senão vejamos:
1 - A Republica Portuguesa foi implantada, após o assassinato de 1 Rei e de 1 Principe, a 5 de Outubro de 1910, com a queda da Monarquia Constitucional devido, Supostamente, a:
  • Ultimato Inglês – Ultimato feito por Inglaterra a Portugal, exigindo a retirada imediata das forças militares portuguesas mobilizadas nos territórios entre Angola e Moçambique;
  • Crise Económica - O país estava cada vez mais pobre e endividado. A vida tornava-se cada vez mais difícil, com a subida dos preços. Trabalhava-se 12 a 14 horas por dia nas cidades, com baixos salários e de sol a sol, nos campos, com salários de miséria. A classe média, os operários e os trabalhadores rurais enfrentavam  grandes dificuldades. Só os ricos e as Esferas do poder viviam bem;
2 - Primeira República (1910-1926) - Foram 16 anos de autentica instabilidade politica, onde existiram 8 presidentes da Republica e 45 governos e onde se verificaram atentados e assassinatos, nas mais altas esferas do poder, que só terminaram com a implantação da ditadura, a 28 de Maio de 1926;
Razões do insucesso da 1ªRepublica:
  •  A entrada de Portugal na 1ª Grande Guerra: Além de todas as baixas apresentadas, constituiu ainda uma enorme despesa para o Estado, refletindo-se numa Inflação Galopante, na Desvalorização da Moeda e num Aumento Assombroso dos Preços, cujo ritmo não era acompanhado pela Subida dos Salários;
  • O Défice Orçamental: As despesas do Estado excediam, largamente, as Receitas, levando-o a recorrer a sucessivos Empréstimos, cujos Juros se revelavam mais elevados dos que aquilo que o Estado poderia suster;
  • A Instabilidade Política: A Ganância e as sucessivas mudanças de Governo, não permitiam a resolução da degradante situação económico-financeira, fomentando assim a agitação social;
3 - Ditadura militar (1926-1933) - Inicia-se com o golpe militar de 28 de Maio, que põe termo ao regime democrático parlamentarista . Trata-se de um período conturbado, que continua a instabilidade política típica dos últimos anos da República derrubada.
4 - Estado Novo (1933-1974) - Regime político instituído sob a direção de António de Oliveira Salazar, e que vigorou em Portugal sem interrupção, embora com alterações de forma e conteúdo, desde 1933 até 1974.
5 - 25 de Abril - Golpe de Estado militar, ocorrido a 25 de Abril de 1974, que depôs o regime ditatorial do Estado Novo, vigente desde 1933, e que iniciou um processo que viria a terminar com a implantação de um regime  “democrático”, com a entrada em vigor da nova Constituição a 25 de Abril de 1976.
  • As razões prendiam-se, principalmente, com  o problema do Ultramar, com a Corrupção crescente e com as enormes Desigualdades Sociais que se verificavam.
6 - 05 - 07 - 2012 – 38 anos após o 25 de Abril e após a implantação do regime (Supostamente) ”democrático”, a 25 de Abril  1976, pode-se concluir, com muita pena, que a situação económica, social e politica em Portugal, continua a degradar-se drasticamente, atingindo, neste momento, um nível de gravidade cada vez mais PREOCUPANTE (que deveria envergonhar qualquer Português), com:
  • A Maior taxa de Corrupção de todos os tempos;
  • A Maior Divida Externa de todos os tempos;
  • A Maior Taxa de Desemprego de todos os Tempos;
  • O Maior numero de pobres de todos os tempos;
  • O Maior numero de crianças a passar fome de todos os tempos;
  • A Maior diferença social de todos os tempos;
  • As Mais Duras Medidas de Austeridade de todos os tempos (e apenas para alguns), o que ainda reforça mais essas diferenças;
  • As Maiores Faltas de Vergonha e Ética de todos os Tempos;
  • O Maior numero de Escândalos, sem resolução à vista ou pura e simplesmente arquivados, envolvendo elementos dos diferentes quadrantes políticos, de Todos os Tempos;
  • Total ausência de Responsabilidades Politicas e / ou Criminais;
  • Sistema Judiciário Complemtamente Parcial e Politizado;
  • ...
Pois é, a situação atual de Portugal, à semelhanças das situações verificadas a 5 de Outubro de 1910, 28 de Maio de 1926 e 25 de Abril de 1974, reúne todas as condições, para que ocorram, cada vez mais, TUMULTOS POPULARES, que poderão levar a situações de gravidade extrema!!!.
De facto, os últimos 38 anos, à semelhança de períodos anteriores, foram de uma degradação total, onde os ditos partidos políticos (supostamente o garante de uma democracia), se deixaram infestar por uma corja de Incompetentes e, em muitos casos, malfeitores, que aproveitando-se de uma justiça fraca e parcial, enriqueceram de uma forma  Vergonhosa, em detrimento do cada vez maior empobrecimento da população;


Realmente, quase 102 anos depois da implementação da 1ª republica e 38 anos depois do 24 de Abril de 1974, as razões que levaram à queda da Monarquia, da 1ª Republica e do Estado Novo, continuam a ser as razões que justificam o FALHANÇO ABSOLUTO de Portugal como Republica e Pais Democrático!!!!
 José António Vilaverde
Enviar um comentário