Bem vindos

Missão

Tentar destacar os melhores (ou os piores), nas diferentes temáticas, criando um espaço de livre debate.

sábado, 24 de setembro de 2011

Palestina Vs Israel

O presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmud Abbas, solicitou, ontem, 23 de Setembro, ante o Conselho de Segurança da ONU, o reconhecimento da Palestina como Estado de pleno direito.  
Várias vozes se levantaram contra esta iniciativa, desde os Estados Unidos à União Europeia, defendendo uma “solução construtiva” que conduza à retomada das negociações entre Israel e Palestina. Todos os Aliados incondicionais de Israel, que nada fizeram para desbloquear o processo de paz, manifestaram-se rapidamente para julgar “nociva” a iniciativa de Mahmud Abbas.
O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, disse que, “antes de a Palestina poder ser reconhecida como estado, tem que fazer a paz com Israel”.
É caso para questionar – Será que é a palestina que tem que fazer a paz com Israel? Ou será Israel que tem que repensar a sua politica e a sua filosofia de vida, de modo a permitir uma convivência pacifica com todos os seus vizinhos?
Cabe-nos pois questionar Israel e seus aliados do porquê de acharem um escândalo a constituição de um estado Palestiniano?
Será que o Povo Palestiniano não tem o direito à sua LIBERDADE e à sua Soberania?
Será que Israel, um dos Estados mais novos do Mundo (independência a 1948), tem o Direito de privar, todo um POVO, da sua liberdade?
Será que o povo de Israel, que sofreu na pele a demanda de um DEMENTE (Hitler), através do holocausto da 2º grande guerra, tem o direito de privar da liberdade e, muitas vezes, da vida, pessoas que, acima de tudo, desejam puder definir o seu próprio destino?
Será que estarão a dar alguma hipótese de razão aos motivos que levaram Hitler a pensar no extermínio do Povo Judeu? Esperemos, Muito Sinceramente, que não!!!!
Porque motivos o fará? Será mesmo pelo receio de ataques terroristas? Será mesmo pela sentimento de ameaça constante contra o estado e Israel? Ou será pelo BEM PRECIOSO que ESCASSA em todo o território do estado de Israel? A ÁGUA?
Alguns links que, talvez, possam comprovar as verdadeiras razões da acção de Israel: 

Mossad – Os Carrascos do Kidon - Um livro que depois de lido, dá uma maior clareza sobre as acçoes de Israel no mundo.

Pois é!!! Para um Povo que sentiu na pele a demência e violência de um louco, com as suas acções, apenas dá motivos para se repensar o porque do ódio de Hitler  para com o Povo de  Israel! Será que Hitler viu, no povo Judeu, um Sionismo Radical que correspondia a uma ameaça real a soberania da Alemanha NAZI? Será que não poderia invocar as mesmas razões que Israel invoca para atacar e assassinar pessoas em todo o mundo?
Achamos que, ao contrário do que defende o Sionismo radical, “movimento nacionalista para o estabelecimento de uma nação judaica no mesmo local onde viveram os ancestrais do povo judeu”, nenhum povo poderá invocar como seu, um território que não sendo, actualmente, sua propriedade, o poderá ter sido num passado longínquo. Nesse caso, o Mundo teria apenas meia dúzia de donos pois, alguma vez na historia da humanidade, os territórios terão sido propriedade de algum povo.

Desejamos pois, que o Povo de Israel, começando pelos seus governantes, consiga criar e manter uma  convivência pacifica com todos os seus vizinhos, incluindo os Palestinianos, e reconheçam o direito de, à semelhança de eles próprios, todos os Povos terem a sua própria liberdade e soberania.
JMP
Enviar um comentário