Bem vindos

Missão

Tentar destacar os melhores (ou os piores), nas diferentes temáticas, criando um espaço de livre debate.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Votos dos Emigrantes Portugueses no Brasil foram aceites pela Mesa da Comissão Nacional de Eleições

Comissão Nacional de Eleições rejeita o pedido de impugnação apresentado pelo PS, relativamente à contagem dos votos dos emigrantes portugueses residentes no Brasil, no círculo do Rio de Janeiro
No seguimento de uma notícia publicada ontem em THE BESTS, confirmou-se hoje que o PS impugnou os resultados dos votos dos emigrantes portugueses no Brasil, mais concretamente no Rio de Janeiro, com o pretexto de uma alegada irregularidade no processo de recolha de votos dos emigrantes portugueses naquele País, uma vez que, deveriam ter sido os próprios emigrantes a enviar individualmente o seu voto para a Comissão Nacional de Eleições, em Portugal. Contudo, verificou-se que a referida recolha dos boletins de voto foi efectuada por um Jornal  do Rio de Janeiro para emigrantes portugueses, tendo, posteriormente, enviado os referidos boletins de voto, para a Comissão Nacional de Eleições em Portugal.
Com a impugnação dos resultados eleitorais dos emigrantes portugueses no Brasil, o PS pretendia que o referidos votos não fosse contabilizados pela Comissão Nacional de Eleições na contagem que hoje está a decorrer.
Caso a impugnação fosse aceite, o novo Governo PSD/CDS não poderia tomar posse de imediato, o que iria impedir que Pedro Passos Coelho pudesse estar presente, na Reunião  do Conselho de Ministros da União Europeia, que terá lugar no dia 23 de Junho.
É de referir ainda que perante a impugnação apresentada pelo PS,  a Mesa da Comissão Nacional de Eleições, responsável pela contagem dos votos no dia de hoje, REJEITOU O PROTESTO APRESENTADO PELO PS, no qual, este Partido, pretendia a anulação dos referidos boletins de voto no processo de contagem da votação dos emigrantes Portugueses, no círculo do Rio de Janeiro.
Por sua vez, o Partido Socialista já comunicou que não aceita a decisão da Comissão Nacional de Eleições e irá recorrer da decisão. Segundo a Agência Lusa, estão em causa 1392 votos do círculo do Rio de Janeiro e Vitória.
Comentário:
Tanta confusão que o PS criou por causa de 1392 votos que em nada vão alterar o resultado final das Eleições Legislativas. 
O País terá todo o direito, para não dizer OBRIGAÇÃO de, mais uma vez, QUESTIONAR (e talvez continuar a CASTIGAR) o PS por esta TOTAL FALTA de SENTIDO de RESPONSABILIDADE uma vez que, com a presente tentativa de impugnação, apenas poderiam impedir que, Pedro Passos Coelho, tomasse posse antes de dia 23 de Junho a fim de poder participar na Reunião de Conselho de Ministros da União Europeia que terá lugar, precisamente, a 23 de Junho.
Ou será que, alguns elementos do actual Partido Socialista, têm algum INTERESSE OCULTO que faça com que lhes seja prejudicial que Pedro Passos Coelho possa estar presente, no referido Conselho de Ministros da União Europeia, como 1º Ministro de Portugal? Os Portugueses, perante tanta FALTA de SENTIDO de RESPONSABILIDADE, terão todo o direito de pensarem o que quiserem!!!!
José Luís Magalhães
Enviar um comentário