Bem vindos

Missão

Tentar destacar os melhores (ou os piores), nas diferentes temáticas, criando um espaço de livre debate.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

China vai comprar parte do fundo de resgate a Portugal

China reforça ligação histórica a Portugal.

No Passado:
Primeiro foram as relações privilegiadas no sec. XVI quando os navegadores e mercadores Portugueses percorriam os mares a caminho da Ásia, o que fez de Portugal a primeira nação ocidental a estabelecer colónias e postos comerciais no Extremo Oriente. Iniciada a rota comercial do Japão em 1543, o reino português recorria ao porto de Macau para escala das suas embarcações, acabando por aí estabelecer o primeiro entreposto comercial europeu na China. 

No Presente:
- Lojas Chinesas e Restaurantes Chineses "invadem" Portugal.
- China pretende comprar parte do fundo de resgate a Portugal.Segundo o Jornal  "economico.sapo.pt", a notícia é avançada pelo Financial Times que diz que os chineses vão comprar “uma grande proporção” da dívida para ajudar Portugal.
O presidente do Fundo Europeu de Estabilização Financeira (FEEF), Klaus Regling, citado pelo jornal britânico Financial Times, diz que a China está na linha da frente para comprar dívida que vai ser vendida pelo Fundo em Junho e que servirá para financiar o Estado português."

Descrição da operação da China no Resgate a Portugal vs China vai comprar Dívida Pública Portuguesa:
- O Fundo de Resgate Europeu que vai financiar a compra de dívida pública portuguesa, vai ao mercado vender dívida pública portuguesa e é aqui que entra a China, já que é a China que vai comprar parte dessa dívida pública portuguesa e assim  financiar o Estado Português.

Fundo de Resgate Europeu vende dívida pública portuguesa à China e deste modo a China Financia Directamente o Fundo de Resgate Europeu e Financia indirectamente o Estado Português.

É de salientar que a 1ª Tranche de ajuda entregue pelo FMI a Portugal é de 6,1 mil milhões de euros e já foi entregue no dia 24 de Maio.
Uma 2ª Tranche  de ajuda externa a Portugal vai ser entregue a 31 de Maio pela Comissão Europeia e será de 1,75 mil milhões de euros a uma taxa de juro 5,68%.
China vai comprar parte do fundo de resgate a Portugal
Catedral de S. Paulo
Ruínas de S. Paulo - Macau - Sul da China, no Delta do Rio Cantão
Catarina Teixeira
Enviar um comentário