Bem vindos

Missão

Tentar destacar os melhores (ou os piores), nas diferentes temáticas, criando um espaço de livre debate.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Barak Obama (EUA), Nicolas Sarkozy (França) e David Cameron (Grã Bretanha) terão Planos para a Líbia que Violam Resolução das Nações Unidas?

Será que Barak Obama (EUA), Nicolas Sarkozy (França) e David Cameron (Grã Bretanha)terão Planos para a Líbia que violam  a Resolução do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU)?

Reproduzimos excerto da entrevista concedida por David Cameron no dia de ontem (17-04-2011) ao canal de TV Sky News.

17 de Abril - David Cameron em entrevista à Sky News - Oxfordshire-
" A missão da aliança ocidental é bem clara: fiscalizar o cumprimento da zona de exclusão aérea e continuar com as incursões aéreas para destruir os tanques e artilharia de Kadafi que estão sendo usados para matar civis.
Está muito claro que devemos respeitar os termos da resolução do Conselho de Segurança da ONU. Devemos manter o apoio do mundo árabe e acho que é muito importante que nos assegurarmes  que isso seja feito da maneira certa.

Cameron terá ainda dito ainda que, exceptuando o envio tropas terrestres, a aliança ajudaria de qualquer outra maneira para parar Muammar Gaddafi, “libertando o povo deste inferno em Misrata” e outras cidades ao longo da costa da Líbia."

Nota: A Resolução do Conselho de Segurança da ONU 1973, que estabeleceu a zona de exclusão aérea, autoriza as forças a tomar “todas as medidas necessárias” para proteger os civis, ao mesmo tempo em que exclui “qualquer forma de ocupação estrangeira, em qualquer parte do território líbio.”

Por outro lado, no passado dia 15 de Abril (6ª feira), Cameron terá feito comentários para um jornal, em conjunto com o Presidente dos EUA, Barack Obama e o Presidente da França, Nicolas Sarkozy, referindo que Kadafi precisa sair.

Fonte: forte.jor.br
            Reuters/Brasil Online

Reflexão: Ao que tudo indica, existem duas condições que se forem violadas pelas forças militares da Aliança (Estados Unidos, França, Grã Bretanha, NATO), violam claramente a Resolução do Conselho de Segurança da ONU. Estas duas condições são:
a) Tropas da Aliança (NATO) pisarem o solo Líbio;
b) Tropas da Aliança (NATO) afastarem Kadafi do poder, através de uma acção militar directa levada a cabo pelas dorças da aliança.

Questões:
1- Será que Estados Unidos da América (EUA), França e Grã Bretanha irão violar a Resolução da ONU? Para o fazerem, basta que violem uma das duas condições anteriores.
2- EUA, França e Grã Bretanha, estarão verdadeiramente preocupados com o respeito pelos direitos humanos na Líbia? 
3- Não existem outros países no mundo em que os direitos humanos não são respeitados e ninguem se preocupa com isso? 
4- Ou será que o principal interesse destes três países é o petróleo Líbio? A Líbia é um dos países maiores produtores de petróleo do mundo. País situado estratégicamente no Mediterrâneo, a um passo da Europa.
Talvez o petróleo Líbio seja muito apetecível para estes três países. Será?
José Luís Magalhães
3- Porque razão o gigante Alemão se mantem fora desta intervenção na Líbia? Onde está afinal a consertação de países da União Europeia que é expectável numa situação tão delicada como levar esta acção militar na Líbia?

José Luís Magalhães
Enviar um comentário