Bem vindos

Missão

Tentar destacar os melhores (ou os piores), nas diferentes temáticas, criando um espaço de livre debate.

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Educação - A Prova dos Nove (Programa "Prós e Contras" )

Eis a prova viva do que realmente, o Governo, pensa da educação e dos alunos em Portugal!! Números e nada mais do que Números. Como é possível que o responsável máximo da educação de um País, vá para um Programa de Televisão Público, onde se debate o estado da Educação, com NÚMEROS e onde a única preocupação é tentar explicar os números de uma forma, diria, ridícula?
Triste o futuro de um País, que se diz democrático, que consegue esquecer o que de mais importante e fundamental tem como garantia de futuro. A Educação e a Formação das suas CRIANÇAS.
Como é que é possível que um Governo de um País, mantenha empresas públicas, que dão centenas de milhões de euros de prejuízo, com gestores, administradores, administradores delegados, assessores, secretários e afins, a usufruírem ordenados exageradamente elevados? Associações, Fundações, e outras organizações, que nada fazem de útil, e que recebem valores astronómicos do erário publico? Parcerias Público/Privadas que causam enormes prejuízos ao País e ao erário público e que têm originado tanto enriquecimento ilícito?
Realmente, a Educação, neste pobre País, falhou redondamente, nestes últimos 25/30 anos, não só perante uma classe politica, que se apresenta desonesta, desqualificada, incompetente e hipócrita, como também por todo um povo desmoralizado e descrente que permite todas estas situações aberrantes em prejuízo próprio e, acima de tudo, dos próprios filhos.
Mas é bom não esquecer que, embora a educação destes últimos 25/30 anos, possa ter responsabilidade numa casta de políticos e gestores (salvo raras excepções) dos mais Desonestos Antipatriotas e Rascas da história deste País, só um Povo Nobre, como o Povo Português, aguenta tanta injustiça e tanta exploração. Porém, nobreza não se deve confundir com cobardia.
No final de contas, o valor de um Estado é o valor dos indivíduos que o compõem” . John Stuart Mill
José António Vilaverde
Enviar um comentário