Bem vindos

Missão

Tentar destacar os melhores (ou os piores), nas diferentes temáticas, criando um espaço de livre debate.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Deputada Mariana Mortágua acusa Pedro Passos Coelho e Paulo Portas de crime contra os interesses do Estado Português e do País, a propósito da incompetência do anterior governo no caso Banif

Resolução Bancária do Banif - Dezembro de 2015
A incompetência do anterior governo relativamente ao caso Banif, constitui mais uma atrocidade cometida pelo anterior executivo de Pedro Passos Coelho, sendo merecedora da indignação e da acusação da Deputada do BE Mariana Mortágua!

Como é do conhecimento público, em Janeiro de 2013 o governo PSD/CDS-PP liderado por Pedro Passos Coelho e Paulo Portas, injectou 1,1 milhões de euros no Banco Banif, para recapitalização do Banco.  O problema reside no facto de que, desde o momento em que o anterior executivo liderado por Pedro Passos Coelho recapitalizou o Banif (Janeiro de 2013), e os cerca de três anos que se seguiram (2013 a 2015), nada mais de significativo foi feito no sentido de vender o Banco Banif pelo justo valor, adiando-se sucessivamente o problema pelo anterior executivo e assistindo-se a uma venda feita à pressa no dia de ontem (Domingo dia 20 de Dezembro de 2015), por forma a cumprir o prazo de venda imposto pela Comissão Europeia (CE)! Mesmo existindo 6 ou 7 interessados na compra do Banif, já diz o ditado que "cadelas apressadas parem os filhos cegos", ou seja, a venda apressada e tardia do Banif já no limite do prazo, fez com que o Banco fosse vendido ao desbarato, não em regime de venda normal, mas sob a forma de resolução, com grave prejuízo para os contribuintes, mas muito graves para os accionistas e obrigacionistas! Se o Estado Português na qualidade de principal accionista detentor de 60,5% do capital do Banco Banif ainda consegue realizar um encaixe de 150 milhões de euros com a Venda ao Banco Santander, aos obrigacionistas e aos restantes accionistas foi-lhes retirado tudo! Nestas condições, o Banif vai custar aos contribuintes cerca de 2,9 mil milhões de euros

Conclusão: Por incompetência e negligência do anterior governo PSD/CDS-PP de Pedro Passos Coelho e Paulo Portas, o problema do Banco Banif foi desde Janeiro de 2013 sucessivamente adiado e "empurrado para a frente com a barriga", em vez de ter sido resolvido na altura certa, verificando-se que após a conclusão do negócio por resolução do Banif, só o Banco Santander Totta é que ganha!

Fonte




Publicação THE BESTS relacionada:

Enviar um comentário