Bem vindos

Missão

Tentar destacar os melhores (ou os piores), nas diferentes temáticas, criando um espaço de livre debate.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

CMVM abre nova esperança a Portugueses entalados com a subscrição de Papel Comercial do BES!

Segundo notícia publicada em publico.pt/economia/noticia, "Depois de o Banco de Portugal ter remetido o problema do papel comercial subscrito por clientes do BES para a Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), esta entidade acaba de remeter a resolução do problema para o Novo Banco. Para além de defender que a responsabilidade de resolução do problema do papel comercial, emitido por empresas do Grupo Espírito Santo (GES) é do Novo Banco, a CMVM destaca que “não deixará de usar todos os instrumentos que a lei coloca à sua disposição para assegurar a protecção dos direitos dos investidores, nem de retirar da análise das reclamações recebidas as consequências contra-ordenacionais e, no limite, criminais que se justifiquem"".

A extinção do BES sob alçada do Banco de Portugal (e que aparentemente contou com a concordância da tutela) e a consequente divisão em "Banco Bom" e "Banco Mau", fez com que muitos dos clientes que foram aliciados por gestores de conta a subscrever papel comercial de empresas do Grupo Espírito Santo (quando pensavam que estavam a fazer simples depósitos a prazo ou investimentos sem risco), perdessem tudo.
Com a extinção do BES, tanto os clientes que subscreveram papel comercial, como os accionistas, viram os seus depósitos/investimentos ficarem associados ao "Banco Mau" que é o mesmo que dizer, perderam tudo! Felizmente que a CMVM traz nova luz de esperança a quem foi lesado na subscrição de papel comercial das empresas do Grupo Espírito Santo!
Enviar um comentário