Bem vindos

Missão

Tentar destacar os melhores (ou os piores), nas diferentes temáticas, criando um espaço de livre debate.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

IRS: Funcionários Públicos e Pensionistas Vão Ser os Mais Penalizados vs Empréstimo ao Estado Português

Nota: Esta notícia foi actualizada em 14 de Fevereiro de 2012!

Funcionários Públicos e Reformados vão conceder empréstimo involuntário ao Estado Português, caso as Tabelas de IRS aplicadas sejam as mesmas para os Pensionistas, Sector Público e Privado.

As retenções na fonte em sede de IRS vão penalizar em 2012 os trabalhadores da Função Pública e os Reformados, uma vez que a referida retenção de IRS tem por base 14 Salários anuais, mas tal como é do conhecimento público, no ano de 2012 e possívelmente nos anos seguintes, tanto os Funcionários Públicos assim como os Pensionistas, em vez de receberem os habituais 14 Salários anuais, apenas irão receber 12, uma vez que lhes serão confiscados os Subsídios de Férias e de Natal.
No entanto, o cálculo de retenção de IRS dos Trabalhadores da Função Pública e dos Pensionistas terá por base os 14 salários anuais, tal como acontece no sector privado, e não os 12 salários anuais que irão receber efectivamente.

É certo que tanto os Funcionários Públicos assim como os Pensionistas serão reembolsados pelo valor de IRS retido em excesso no ano de 2012, mas este reembolso apenas terá lugar em Abril ou Maio de 2013, o que significa que tanto os Funcionários  Públicos, assim como os Pensionistas, como se não bastasse verem confiscados dois salários anuais (Subsídio de Férias e de Natal), contra a sua vontade ainda vão ter que fazer um empréstimo superior a 1 ano ao Estado Português, cujo montante é igual ao valor de IRS retido em excesso no ano de 2012.
Enviar um comentário