Bem vindos

Missão

Tentar destacar os melhores (ou os piores), nas diferentes temáticas, criando um espaço de livre debate.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Valor das Reservas de Ouro do Banco de Portugal - Salazar vs Vitor Contâncio

Ouro de Salazar vs Ouro de Vitor Constâncio
Em 1974, as reservas de Ouro do Banco de Portugal situavam-se em 865,936 toneladas, o que se devia essencialmente a uma estratégia do regime de Salazar que, desde a 2ª Guerra Mundial, investiu na compra de ouro.

Porém, desde 1974 até à presente data, essas reservas têm vindo a baixar. Esta situação deve-se, em parte, ao facto de, em 1999, Portugal ter aderido a um acordo celebrado entre diversos Bancos Centrais Europeus para a adopção de uma política de diversificação das reservas externas. Os “ganhos” realizados com essas vendas de ouro foram transferidos para uma reserva especial do Banco de Portugal que faz parte integrante dos Capitais Próprios do Banco.

Este acordo foi revisto em 2005 e estipulava que nesse período as vendas anuais nunca poderiam exceder as 400 toneladas e as vendas totais nunca deviam exceder as duas mil toneladas.



Só entre 2002 e 2006, a instituição liderada por Vitor Constâncio vendeu 224,1 toneladas de ouro. Ou seja, Vitor  Constância em 4 anos vendeu 25,88% do total das 865,936 toneladas do ouro do estado novo. Imagine-se os milhões que Portugal perdeu com este negócio, já que na altura a cotação do ouro era muito inferior.

Em 2006, Portugal já tinha “apenas” cerca de 382,540 toneladas deste metal precioso, conforme comunicado emitido pelo Banco de Portugal em 2007. Em 13 de Maio de 2010, em económico.sapo.pt podia ler-se que as reservas de ouro do Banco de Portugal mantinham as 382 toneladas.

Cotação de cada Grama de ouro em 22 de Agosto de 2011, segundo informação publicada no Site da Associação da Ourivesaria e Restauração de Portugal (AORP): € 43,460 grama.
Cada Kg de ouro tinha nesta data um valor de € 43 460. Por sua vez  cada tonelada tinha um valor de € 43 460 000 (43, 46 milhões de euros).

As actuais 382,540 Tonelas que Portugal ainda possui, com a cotação de 22 de Agosto  representam  €16 625 188 400, ou seja, € 16,625 mil milhões de euros.

Por sua vez, se Portugal actualmente mantivesse as 865,936 toneladas, estas teriam um valor de mercado de € 37 633 678 560,00; ou seja 37 633, 678 560 milhões de euros, (cerca 37, 678 mil milhões de euros).

Para termos uma ideia do que estes valores representam, a Dívida Pública Portuguesa em 2011 vai ser de cerca de 100 mil milhões de euros.

De referir que em Abril de 2009 a China comprou 454 toneladas do preciosos metal e actualmente detém a maior reserva de ouro do mundo.

Reflexão THE BESTS: Vitor Constâncio, como Governador do Banco de Portugal, prestou, a nosso ver, um PESSIMO serviço à Nação, uma vez que, uma das suas competências consiste em fazer um trabalho de supervisão sobre a Banca. Contudo, O BPN abriu um buraco durante anos e depois faliu, o mesmo sucedendo com o BPP. E o Senhor Vitor Constâncio, confortavelmente sentado no seu Gabinete do Banco de Portugal, não se apercebeu de nada? Estava a dormir?
Como se ainda não bastasse, em apenas 4 anos, vendeu 224,1 toneladas do ouro do Banco de Portugal, o que corresponde a mais de 1/4 do total da reserva de ouro que Portugal detinha antes de Abril de 1974.
Por tudo isto, o Senhor Vitor Constâncio saiu do Banco de Portugal e foi Promovido a Vice Presidente do Banco Central Europeu (BCE). Será que alguém consegue explicar a lógica desta promoção após o desempenho do referido senhor?

Fontes: quiosque.aeiou.pt (por Henrique Neto)
              economico.sapo.pt

Curiosidade: "A quantidade total de ouro puro encontrada em todo o mundo até hoje, forma um cubo de arestas de 20 metros, o qual caberia na quadra de tênis central de Wimbledon" Fonte: mises.org.br
ouro3.jpg









Enviar um comentário