Bem vindos

Missão

Tentar destacar os melhores (ou os piores), nas diferentes temáticas, criando um espaço de livre debate.

terça-feira, 19 de abril de 2011

FMI quer alterações no Código de Trabalho em Portugal e que a idade da reforma dos Portugueses passe para os 68 anos

Começam a ser anunciadas as primeiras medidas que o FMI pretende implementar em Portugal.
FMI quer legislação laboral mais flexível e que a idade da reforma dos Portugueses passe para os 68 anos de idade.
Transcrevemos excerto da noticia divulgada em sic.sapo.pt

"O Fundo Monetário Internacional (FMI) quer que Portugal flexibilize o mercado laboral. De acordo com o jornal Correio da Manhã, o FMI prepara-se para impor horários menos rígidos nas empresas e o aumento da idade de reforma para os 68 anos"

"Em troca de um empréstimo que deverá rondar os 80 mil milhões de euros, Portugal vai ser obrigado a aplicar medidas de reestruturação económica e financeira que assegurem que o País não precise de nova ajuda exterior, nas próximas décadas."

De acordo com o Correio da Manhã, a troika enviada a Portugal quer que as entidades patronais tenham a liberdade de alterar algumas regras de produção sem precisarem do aval dos representantes de trabalhadores.

Uma das medidas passaria pela aplicação de horários mais flexíveis, ajustados, por exemplo, às encomendas das empresas, mas em equação estará também um aumento da idade de reforma."

"Os patrões do comércio vão sugerir que o salário mínimo não seja actualizado para os 500 euros, como estava previsto, enquanto a indústria vai defender o reforço dos apoios às empresas."
Enviar um comentário